Falar de Sexo

Vamos Falar do que é Bom

A Incrivel Ruiva – conto erótico

Há um bom tempo minha irmã estava na faculdade e várias vezes algumas amigas dela faziam trabalho da faculdade em casa.
A maioria era bonita, sempre chamava atenção.

Mas nunca me esqueço quando ví uma ruiva maravilhosa pela primeira vez em casa.
Rosto maravilhoso, bonita e RUIVA, sempre adorei as ruivas, deve ser por isso que fiquei parado na primeira vez que a vi.

Maria era perfeita. Não era gostosa, mas e daí quem ligava? Eu não ligava.
Tinha belas coxas, uma barriguinha perfeita, não tinha muito peito nem bunda, mas era maravilhosa.
Não posso me esquecer da boca! Claro, aquela boca linda… Assim que a ví, já pensei nela usando aquela boca maravilhosa, me fazendo um boquete.

Eu tive que dar em cima dela, era irresistível. Mesmo sabendo que certamente iria levar um fora, afinal eu era um cara normal, não tinha nada de muito bonito.

Mas não tinha como dar em cima dela naquele momento.
Então apenas disse: “Oi! Tudo bom?”
Ela disse: “Oi” e deu um sorriso maravilhoso.

A noite toda fiquei pensando nela, ela estava com uma calça do tipo daquelas de fazer ginástica e deixava ver bem as coxas dela, e ela ficava bem gostosa naquela calça.

Passaram alguns dias, e havia alguém no portão, era ela, a Maria, queria falar com minha irmã.
Pedi para ela entrar e disse que minha irmã voltaria logo. Fiquei la conversando com ela, enquanto isso.

Conversa vai, conversa vem…
Ela disse que deveria ser legal um filme que acabara de chegar ao cinema ( não lembro que filme era ), não perdí tempo e convidei ela para ir comigo.
Ela disse que estava sem dinheiro para ir ao cinema.

Pensei: Que desculpa ruim para não ir comigo…
Então disse que pagava para ela.

Ela disse que não, que não achava legal.
Então disse que se eu quisesse podia ir ver um filme na casa dela.

Ela morava numa república, já imaginei que ver o filme seria algo bem chato, afinal a casa estaria lotada de gente, mas pelo menos já era um bom começo.

Quando fui a casa dela, para meu espanto não tinha ninguém.
Ela disse que todos da república foram para a casa dos pais.
Comecei a sentir meu pau crescer… E já pensei: – Claro que ela sabia que iria ficar sozinha, e quer é dar mesmo.

Entrei e começamos a ver o filme. Eu não conseguia me concentrar no filme, só ficava pensando besteira.
Peguei e dei um beijo nela, um beijo meio rápido.
E em seguida um bem longo, eu já estava excitado de tanto pensar em comê-la.

Coloquei a mão na cintura e aos poucos fui passando a mão no corpo dela.
Passei pelas coxas gostosas, depois passei a acariciar os seios.
Eu beijava o pescoço dela enquanto ela gemia muito de prazer.

Eu não me aguentei, levantei a camiseta dela e comecei a chupar os seios. Em seguida tirei a camiseta dela, e ela tirou a minha.
Eu estava louco de tesão e queria chupar aquela buceta.
Geralmente não vou direto ao oral, mas aquele dia estava muito excitado e não aguentava, tinha que chupar logo aquela buceta.
Então peguei e comecei a tirar a calça dela, e seguida já tirei a calcinha.

Ela estava muito molhada, encharcada, comecei a sentir o gosto maravilhoso dela, era muito bom e ela gemia muito.
Fiquei chupando até que ela disse com uma voz forte e autoritária: – Vai um pouco mais para cima!
Subi um pouco e ela já disse:
– Ai! Isso! Assim! Maravilha!
E gemia cada vez mais… eu estava muito excitado com aquela mulher gemendo gostoso.

Pouco tempo depois ela gozou, gozou forte, deu até para eu sentir as pernas delas tremer.

Em seguida ela me fez sentar e começou a chupar meu pau.
Era maravilhoso, aquela boquinha perfeita no meu pau, aquela cara de safada.
Foi um dos melhores boquetes que recebí.
Eu não me aguentava ela chupava perfeitamente, sabia exatamente como eu queria.

Não demorou muito e eu gozei tudo na boca dela.
Foi maravilhoso.
Depois disso, vimos o filme juntos.

Transamos algumas vezes em outros dias, mas esse foi o melhor dia que transei com ela.

junho 14, 2008 - Posted by | Contos Eróticos, Sacanagem | , , , , , , , , , , ,

2 Comentários »

  1. Acho que não devo ser a melhor pessoa para escrever sobre um texto assim já que não ando lendo a respeito do tema maaas, ao olhar feminino sobre o texto, uma maior riqueza de detalhes cai bem!

    Comentário por mpupo | junho 14, 2008 | Responder

  2. Concordo…
    É primeira vez que escrevo um texto assim, e é normal não ficar muito bom na primeira.

    Por um momento fiquei com medo que ficasse muito longo, mas acredito que devo escrever mais sobre algumas coisas e escrever um pouco menos outras coisas 😀

    Com o tempo eu aprendo ;D

    Comentário por sandmanstarr | junho 14, 2008 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: